Close

Conceitos de fundos de Investimento.

Fundo de investimento é uma modalidade de aplicação financeira que reúne
recursos de um grupo de investidores, organizados por uma pessoa jurídica,
que tem como objetivo principal obter lucro com a compra e venda de
investimentos imobiliários ou títulos, dentro do Brasil, ou no Exterior.
Esse tipo de investimento vem cada vez mais chamando a atenção de
investidores em potencial, por conta da sua rentabilidade reduzida dos
investimentos de renda fixa.

Conceito:

Fundo de garantia é uma forma de investimento, que envolve um grupo de
investidores organizados por uma pessoa jurídica.
A organização desse investimento precisa necessariamente ter um gestor, um
administrador, um custodiante, um auditor e um distribuidor. Podemos ver a
função de cada um deles abaixo:

• Gestor: Responsável por decidir onde os fundos serão aplicados.
• Administrador: Responsável por defender o interesse do grupo de
investidores.
• Custodiante: É a instituição financeira responsável pela custódia dos
valores.
• Auditor: Responsável por fiscalizar se o fundo está de acordo com as
normas legais.
• Distribuidor: Responsável pela venda das cotas a possíveis investidores.
Seguindo essa estrutura, o principal objetivo é manter a maior transparência e
independências de cada fundo de investimento.
Vantagens:
A principal vantagem de investir nessa modalidade financeira é diversificar a carteira de investimentos sem precisar necessariamente dividir sua capital em diversas aplicações.
Também existe a vantagem da aplicação com poucos recursos, já que não é necessário ter um valor tão grande no início do investimento.
A facilidade de análise de risco e crédito também é uma vantagem, já que esse tipo de investimento é classificado por rating, que é utilizada para avaliar o risco e crédito de seus investidores que não são amparados pelo *FGC
Desvantagens:
A principal desvantagem do Fundo de Investimento é o alto custo, em grupos maiores, muitas vezes os custos ainda ficam de certa forma viáveis aos investidores, mas eles ainda assim existem.
São três taxas ao total que são cobradas para manter um Fundo de investimento:
• Taxa de administração
• Taxa de performance
• Despesas em geral.

A taxa administrativa é a mais comum, já que ela é que mantém a funcionalidade da Pessoa física responsável pela organização do grupo de investidores. Essa taxa é cobrada diariamente, mesmo que seja expressa em termos anuais.

A Taxa de performance é mais cobrada em fundos com gestão ativa, a taxa é cobrada quando o fundo é vinculado a um indexador, e rentabilidade do fundo ultrapassa a taxa de rentabilidade do mesmo.
Ela apenas é cobrada se ocorrer esse acaso, mas não é comum em fundos de garantia sem gestão ativa.

As despesas em geral são direcionadas a operação necessária para manter o bom funcionamento do grupo de investidores, como a impressão para envio de relatórios, taxas bancárias, envio de correspondências, e demais custos.

Espécies:
Existem atualmente, diversos tipos de fundos de investimento, são eles:
• Fundos Referenciados;
• Fundos de renda fixa;
• Fundos Multimercado;
• Fundos Imobiliários;
• Fundos de ações;
• Fundo Cambial.
Fundos Referenciados são os com menor risco, tem ativos pré-fixados e tem baixa rentabilidade.
Fundos de renda fixa são investimentos de baixo risco, tem ativos pré-fixados, pós-fixados e pré e pós fixado.
Fundos Multimercado são usadas carteiras diversas, então podem ser usadas diversas estratégias.
Fundos imobiliários focam no mercado de imóveis, há isenção no imposto de renda, e também, são negociados por home Baker.
Fundos de ações são um tipo de investimento de alto risco, mas possuem rentabilidade alta, tem como principal intuito recuperar o índice Ibovespa.
e por último, Fundo cambial que tem o maior risco de todos os tipos de investimento, e mais da metade dos valores devem ser investidos em moedas estrangeiras, tem como objetivo a valorização do dólar.


Como investir:
O primeiro passo para investir em Fundos de investimento é escolher em qual você se encaixa, ou tem interesse em investir.
Após, será necessário entrar em contato com a pessoa jurídica responsável para fazer o primeiro investimento, no primeiro contato será necessário fazer alguns cadastros.


Há diversos tipos de canais de atendimento onde pode se obter informações sobre como investir em Fundos de investimento, como agências telefônicas centrais, pela internet e também por consulta pessoal em grandes bancos.
*FGC – Fundo Garantidor de Crédito.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

vinte − 12 =