Close

CONSUMO CONSCIENTE E UMA VIDA MAIS RICA

Ao longo de nossa vida consumimos inúmeros produtos, mercadorias e serviços. Na realidade, o consumo está na essência do ser humano, pois será por meio dele que alcançaremos nossos sonhos, teremos nossas necessidades e anseios atendidos.

Consumir, inclusive, faz bem para nosso emocional e gera um prazer, uma vez que o ato de adquirir um determinado bem é a pura materialização de uma conquista. Após um mês inteiro de trabalho, nada mais justo que consumir algo para atender uma necessidade ou para realizar um sonho.

Mas o grande problema é a forma como o brasileiro consome. Consumir mal e sem nenhum tipo de planejamento é característico do brasileiro. Um consumo não planejado inevitavelmente nos levará a tomar decisões erradas com o nosso dinheiro que, por consequência, inviabilizará a realização futuras.

Visando auxiliá-lo a se tornar um consumidor mais consciente, neste artigo trabalharemos o consumo consciente e passaremos dicas de como planejar o seu consumo.


O QUE É CONSUMO CONSCIENTE?

Consumo consciente tem como ponto de partida o autoconhecimento. A partir do momento em que você entende o que realmente faz sentido para sua vida, isto é, ao definir o que é prioritário para você, naturalmente seu foco será realizar isso com a maior frequência possível.

Por exemplo, se viajar é algo que te faz feliz, que faz sentido para sua vida, então você deverá focar suas energias, sua atenção e seu dinheiro para viajar quantas vezes forem possíveis. Por consequência natural, você evitará consumir aquilo que não faz sentido para a realização desse seu objetivo.

Em outras palavras, automaticamente você se blinda contra as tentações de consumo que o mercado diariamente nos oferece.

Além disso, um consumo consciente e planejado não significa que você deverá eliminar ou restringir suas compras. Pelo contrário. Trata-se de fazer mais daquilo que faz sentido para sua vida. É poder consumir mais e melhor: consumir mais por meio da potencialização de seu dinheiro e consumir melhor em razão da eliminação de gastos desnecessários e desassociados daquilo que realmente importa para você.

O consumo sustentável também traz consigo a ideia da necessidade de entender que nossas decisões de consumo podem afetar, positiva ou negativamente, os recursos naturais.

Não é raro encontrarmos notícias sobre o desperdício de alimentos ou ver as cenas de montanhas de aparelhos eletroeletrônicos sendo descartados. Também não é raro vir a público notícias sobre trabalho escravo na produção de determinada mercadoria que será usada apenas algumas vezes.

Por isso se faz necessário, dentro do planejamento de uma compra, buscar entender como determinada mercadoria é produzida e para onde irão os seus resíduos após consumi-la.

Além disso, é fundamental que tenhamos enraizado em nossa mente a motivação para consumir determinado bem, não apenas para usar corretamente nosso dinheiro, mas também para prolongar o uso desse produto, evitando seu rápido descarte que somente contribuirá com a poluição do meio ambiente.

 

VANTAGENS DE SE TER UM CONSUMO CONSCIENTE E PLANEJADO

 Além dos enormes benefícios sociais e ambientais que são imensuráveis, podemos listar algumas vantagens que um consumo consciente e planejado pode proporcionar para você e sua família:

  1. Eficiência no controle financeiro: o consumidor consciente e planejado consegue identificar mais rapidamente por onde seu dinheiro está indo e, dessa forma, tomar uma decisão mais assertiva para sanar o problema, afastando-se de uma possível situação de dívida.
  2. Preservação e aumento patrimonial: por conseguir se controlar financeiramente, o consumidor consciente tem a possibilidade de poupar consistentemente parte de sua receita para investir e, assim, aumentar sua riqueza pela ação dos juros compostos.
  3. Eliminação de gastos desnecessários: o consumidor consciente consegue identificar quais despesas são adequados aos seus principais objetivos e acaba por desenvolver a habilidade de selecionar o que irá consumir sem que isso lhe cause frustrações. Isto é, ele sabe que está deixando de gastar com a ida a um restaurante, que momentaneamente lhe daria um certo prazer, mas para poupar esse dinheiro com a finalidade de realizar um objetivo que lhe proporcionará uma felicidade mais duradoura.
  4. Utilizar os juros a seu favor: além de poder poupar e investir seu dinheiro, o consumidor consciente e planejado evitará o pagamento de juros, multas e outras tarifas decorrentes de um consumo irresponsável e desorganizado.
  5. Maximização de recursos disponíveis: valendo-se de atitudes positivas de consumo, como pesquisa de preços, negociação de melhores condições de compra e aproveitamento de sazonalidade de alguns produtos, o consumidor consciente não só aumenta seu poder de barganha como também protege seu patrimônio.

COMO SE TORNAR UM CONSUMIDOR CONSCIENTE?

Caro leitor, aqui reiteramos que a base da tomada de consciência é você se autoconhecer, definindo qual tipo de consumo é prioritário em sua vida.

A partir disso, é fundamental que você conheça as recomendações para o consumo, que se desdobram em dois vieses: a) armadilhas para conquistar o consumidor e b) como se comportam diante de uma compra.

  1. A) ARMADILHAS PARA CONQUISTAR O CONSUMIDOR:

O primeiro ponto que todo e qualquer consumidor precisa entender se refere às armadilhas que o comércio se vale para conquistá-lo.

Podemos elencar as seguintes estratégia para conquistar o consumidor:

  1. Tamanho das letras: em um passeio rápido em shoppings é possível ver nas vitrines as diferenças de tamanho das letras no anúncio. E não é à toa. Isso serve para dar destaque ao que interessa ao lojista e também para manipular o cérebro do consumidor, ancorando-o naquele valor da parcela para formar a crença de que o produto cabe no bolso do consumidor.
  2. Pequenas unidades de tempo: ao se referirem a parcelamentos, é comum alguns lojistas informarem o custo do produto por dia, proporcionando a falsa impressão de que o produto custa bem menos. Como exemplo: “custa apenas R$1,99 por dia”.
  3. Apelo emocional: as finanças comportamentais chamam de gatilho de escassez e ocorre quando o lojista se vale de freses com forte apelo emocional, como “não perca essa grande oportunidade”, “sé a última do estoque”.
  4. Preços que terminam com R$0,99: passa a falsa impressão de que o produto está barato, uma vez que nosso cérebro está mais acostumado com a contabilidade de número inteiros e qualquer valor que esteja fora desse padrão tende a formar a crença de que é barato e que valerá a pena adquiri-lo. 
  1. B) COMO SE COMPORTAR DIANTE DE UMA COMPRA

 Se por um lado é importante entender as armadilhas que o comércio oferece, por outro lado é fundamental que o consumidor desenvolva atitudes para lhe proporcionarão uma compra mais consciente e sustentável.

Passaremos algumas dicas que você, como consumidor, deve adotar ao se deparar com uma situação de consumo:

  1. Pesquisar preços, valendo-se, inclusive, de sites buscadores de preços
  2. Negociar as condições de compra
  3. Atentar-se para o real preço dos produtos nas vitrines e não apenas para o valor da parcela
  4. Defina um teto de gastos para o que for comprar.
  5. Faça uma lista do que precisa comprar e a leve sempre consigo.

CONCLUSÃO

Para se ter uma vida mais rica é necessário qualificar o consumo. A base disso é a educação financeira, por meio da qual você irá se autoconhecer.

A partir desse autoconhecimento é que você terá mais facilidade em identificar situações de consumo que realmente façam sentido para sua vida e, automaticamente, você saberá quais gastos e despesas podem e devem ser eliminados de seu cotidiano.

Em outras palavras, você saberá selecionar o seu consumo e, por consequência, estará apto a se tornar um consumidor mais consciente.

O grande benefício de se tornar um consumidor mais consciente é a possibilidade de você usar seus recursos financeiros de forma inteligente, a fim de destinar o seu dinheiro para algo que agregará valor para sua vida.

Um consumidor mais consciente não precisará cortar ou deixar de consumir. Pelo contrário. Ele poderá consumir mais com a mesma quantidade de recursos disponíveis. Portanto, um consumo planejado e consciente é um grande caminho para se ter uma vida mais rica e próspera 

 

 NOSSOS CURSOS DISPONÍVEIS

 

 

 QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS RESULTADOS QUE TEREI COM A JORNADA DO INVESTIDOR?

 Seguindo rigorosamente o roteiro de estudo, vocêirá adquirir a capacidade de gerenciar seu dinheiro de forma independente, rumo à sua independência financeira. Também acreditamos que os participantes da consultoria irão desenvolver as seguintes capacidades:

  • Mudança de consciência em relação à educação financeira.
  • Mudar seus hábitos de consumo.
  • Combater às dívidas.
  • Reorganizar sua vida financeira.
  • Montar seu planejamento orçamentário.
  • Montar um plano de aposentadoria.
  • Abrir conta em corretora, estando apto a iniciar seus investimentos

PARA QUEM A JORNADA DO INVESTIDOR É INDICADA?

Sobretudo, para você que enxerga em si próprio o verdadeiro agente transformador de sua vidae se conscientizou de que, através do conhecimento em educação financeira e com disciplina de propósito, é possível administrar e investir, por si só, o seu suado dinheiro. Também é indicada para você que se que se enquadra nas situações citadas abaixo:

  • Investidores iniciantes que não tem nenhum conhecimento prévio, sentindo-se perdido e sem rumo no assunto.
  • Quero me organizar financeiramente, assumindo total controle do meu dinheiro e combater minhas dívidas.
  • Quero fazer meus investimentos por conta própria, sem recorrer a terceiros.
  • Tenho medo de investir meus recursos financeiros.
  • Quero garantir uma aposentadoria digna com o alcance da independência financeira.
  • Quero trilhar um caminho vencedor sem ser um especialista e/ou profissional no mercado financeiro
  • Não tenho muito tempo para estudar sobre o assunto

SAIBA MAIS CLICANDO NO LINK ABAIXO

https://www.oficinadeinvestidores.com.br/nossos-cursos/# 

 

 

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO E BAIXE GRATUITAMENTE NOSSO EBOOK,

 O QUE EU VOU APRENDER COM ESTE EBOOK?

 

METAS

 

→ Entender o conceito e importância do orçamento

→ Aprender a elaborar um orçamento

→ Aprender dicas de um orçamento adequado

 

 

SUMÁRIO – Conceito de orçamento

– Qual a importância do orçamento e sua correlação com planejamento financeiro

– Elaborando um orçamento (existe um orçamento ideal?)

– Dicas para ter um orçamento adequado

– Conclusão

 

 

 

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

oito − 7 =